Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Agenda Ambiental

  27/07/2016 

Gestão Ambiental: 30% dos solos degradados

Um estudo envolvendo 600 pesquisadores de 60 países mostrou que mais de 30% dos solos do mundo estão degradados. Coordenado pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o trabalho publicou seus resultados no livro "Estado da Arte do Recurso Solo no Mundo". Ele traz uma perspectiva global sobre as condições atuais do solo, seu papel na prestação de serviços ecossistêmicos, como produção de água e sequestro de carbono; e as ameaças. Segundo a pesquisadora da Embrapa Solos, Maria de Lourdes Mendonça Santos Brefin, do comitê editorial e coordenadora da publicação para a América Latina e Caribe, a perspectiva é de que a situação piore se não houver ações concretas que envolvam todos os atores.

O aumento do consumo, impulsionado por uma classe média em crescimento, triplicou a quantidade de matérias-primas extraídas da Terra nos últimos 40 anos, segundo um novo relatório do Painel Internacional de Recursos (IRP), apoiado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma). O drástico aumento do uso de combustíveis fósseis, metais e outros materiais aprofundará as mudanças climáticas, aumentará a contaminação atmosférica, reduzirá a biodiversidade; enfim, levará ao esgotamento dos recursos naturais.

Desafios

Enquanto o mundo inicia a implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e seus 17 objetivos, 13% da população ainda vive em extrema pobreza, 800 mi passam fome e 2,4 bi não têm acesso a saneamento. Os dados são do primeiro relatório dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), lançado na semana passada.

Alimentos no lixo

A lixeira é destino de 30% dos cereais, 20% das sementes, carnes e laticínios, 35% dos peixes e entre 40% e 50% de vegetais e frutas, segundo relatório de 2015 da FAO. No Brasil, o desperdício de alimentos pode chegar a 40 mil toneladas por ano, segundo dados da Embrapa de 2014. Um dos motivos é que os consumidores desprezam muitos alimentos.

"O Semiárido, que é a região mais atingida, mais frágil e onde tem menor resiliência, menor chance que a biodiversidade volte e é a menos estudada" - Eduardo Assad, Pesquisador da Embrapa Informática Agropecuária

Marcadores: solo desmatamento lixo
Fonte: Diário do Nordeste - Negócios
Link: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/coluna/gestao-ambiental-1.211/gestao-ambiental-30-dos-solos-degradados-1.1589875
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Página Inicial

Mídias Sociais

 

Rua Agapito dos Santos, 300 - Centro
Fortaleza/Ce | CEP 60010250

www.igenio.com.br