Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Agenda Ambiental

  26/02/2016 

Valoração é desafio para gestão do meio ambiente

Atribuição de valor econômico ao uso do meio ambiente pode ser fundamental para a recuperação de danos aos recursos naturais, além de auxiliar no funcionamento de atividades licenciadas
 
Como definir o valor monetário do meio ambiente? A valoração ambiental é o conjunto de técnicas utilizadas para calcular o valor dos recursos naturais — aplicado tanto na fiscalização e compensação de danos ambientais quanto no funcionamento de determinada atividade licenciada que utilize como matéria-prima bens retirados da natureza.
 
“Eu preciso saber o que vou pagar de forma justa para recompor e indenizar os prejuízos que as pessoas tiveram em caso de degradação, por exemplo”, cita Édis Milaré, mestre em Direitos Difusos e Coletivos pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo. O tema foi debatido nesta semana, em Fortaleza, no I Seminário Direito e Valoração Ambiental, promovido pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace).
 
Segundo Édis, a primeira e mais importante das medidas em casos como este é o trabalho técnico que consiga de fato mapear os impactos das atividades. “Não adianta querer reparar o ambiente se não se sabe o que pedir”, pontua.
 
Ele lembra que todos os dias atribuímos valor ao meio ambiente — direta ou indiretamente: a variação do preço do aluguel, definido por áreas; o preço para visitar um parque ou o valor de produtos. Em grande escala e relações de conflito, como uso de terrenos por empresas ou poluição do ar, a valoração é necessária para achar soluções entre fiscalização e incentivo econômico.
 
Segundo o especialista Yann Duzert, é preciso repensar os modelos de gestão de forma a considerar as relações dos negócios e o uso devido dos recursos naturais. Para isso, ele propõe o que chama de gestão da complexidade e dos conflitos modernos. “Isso tem de vir acompanhado de uma mentalidade de boa fé e de não jogar somente com jogos coercitivos, de ameaça, de recompensa. Essa relação tem de ser dialógica e deve-se ver o outro não mais como um ‘cri cri’ desagradável, mas como uma possibilidade de aprendizado conjunto pra chegar numa solução mais racional e mais satisfatória pra todo mundo e para o uso do ambiente”, analisa.
Marcadores: meio ambiente valoração ambiental
Fonte: O Povo - Cotidiano
Link: http://www.opovo.com.br/app/opovo/cotidiano/2016/02/26/noticiasjornalcotidiano,3580035/valoracao-e-desafio-para-gestao-do-meio-ambiente.shtml
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Página Inicial

Mídias Sociais

 

Rua Agapito dos Santos, 300 - Centro
Fortaleza/Ce | CEP 60010250

www.igenio.com.br