Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Saiu na Imprensa

  20/11/2017   

PIB do CE recua 3,4%; Estado tem 12ª maior economia

Queda da economia em 2015 atingiu todos as unidades da Federação. O Ceará ocupa a 16ª colocação entre os estados cujas participações, somadas, representam 40% do PIB brasileiro, que registrou retração de 3,5%
 
O recuo simultâneo do Produto Interno Bruto (PIB) em todas as unidades da federação, em 2015, é inédito no Brasil, considerando a série histórica da pesquisa, iniciada em 2002. Segundo os dados das Contas Regionais, divulgadas ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Ceará o PIB caiu -3,4%, ficando próximo da média do País (-3,5%).
 
Em termos monetários, atingiu o valor de R$ 130,6 bilhões, o que equivale a uma participação de 2,2% do PIB do Brasil, sendo a 12ª maior economia do País. No ranking nacional, o Estado ocupa a 16ª colocação, integrando o grupo de estados cujas participações, somadas, representam 40% do PIB brasileiro.
 
Segundo o gerente das Contas Regionais, Frederico Cunha, o resultado foi puxado, em todo País, pelas quedas significativas do comércio, construção civil e indústria da transformação. No Ceará, duas atividades puxaram o crescimento da economia para baixo: indústria da transformação (-10,4%) e agropecuária (-18,9%). O quadro recessivo foi arrematado pelo comércio (-6,1%), atividade que tem peso de quase 15% na economia estadual, e pela construção (-2%).
 
O que amorteceu, observa Cunha, foi o setor da administração pública, que representa 23,7% do PIB, crescendo 0,9%. A redução dos serviços não foi muito grande (1,5%), se comparada a outros estados, o que mais pesa na economia cearense (76% em 2015).
 
Além da administração pública, a educação e saúde privadas tiveram bom desempenho. A atividade financeira (bancos e seguradoras) teve o melhor resultado do Ceará, que em volume cresceu 6,4%.
 
O coordenador de Contas Regionais do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), Nicolino Trompieri Neto, explica que O setor de serviços também apresentou queda no ano de 2015, porém em ritmo menos acelerado que o setor da agropecuária e indústria, o que ocasionou ganho de participação na economia do Estado. Acrescenta que as principais atividades que influenciaram negativamente o setor de serviços foram transporte, armazenagem e correio (-10%) e comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas (-6,1%).
 
Nicolino observa, ainda, que a atividade Serviços Industriais de Utilidade Pública (SIUP) foi a única da indústria que registrou crescimento em 2015, com variação de 5,3%, comparado ao ano 2014. “Mesmo com esse fraco desempenho o setor da Indústria ganhou participação na composição da economia do Ceará, passando de 19,2%, em 2014, para 19,6%, em 2015.
 
Em relação ao desempenho negativo da agropecuária do Ceará, ele diz que está associado ao baixo volume de chuvas ocorridas nesse ano. As atividades “Pecuária, inclusive apoio à pecuária” e “Produção florestal, pesca e aquicultura” também apresentaram queda de 4,7% e 8,3%, respectivamente, comparado ao ano de 2014.
 
Seca
 
Essas perdas também ocorreram em razão do período de seca no Estado. “Como consequência desses resultados o setor a agropecuário perdeu participação na composição econômica do Ceará, participando com apenas 4,5%, quando em 2014 era de 5,2%” completa o coordenador de Contas Públicas do Ipece.
 
Os estados que tiveram melhor resultado foram bastante influenciados pela agropecuária. O que pesou negativamente foi a indústria de transformação, o comércio e a construção civil. Todas essas atividades tiveram quedas expressivas”, acrescenta Frederico Cunha.
 
NÚMEROS
 
6,1%
Foi a retração do comércio, atividade que tem peso de 15% na economia estadual
 
2%
Foi a queda observada no setor na cearense, a menor entre os setores
 
 
 
 
 
 
Marcadores: Ceará PIB
Fonte: O Povo - Economia - edição de 17/11/2017
Link: https://www.opovo.com.br/jornal/economia/2017/11/pib-do-ce-recua-3-4-estado-tem-12-maior-economia.html
Última atualização: 20/11/2017 às 11:41:42
 
Nota da Assessoria: O Sintaf não se responsabiliza pelo conteúdo e/ou opiniões emitidas nas notícias reproduzidas nesta área. As notícias aqui disponibilizadas são reprodução de temas de interesse veiculados na mídia.
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente

Comentários

Seja o primeiro a comentar. Basta clicar no botão acima.

Rua Agapito dos Santos, 300 - Centro
Fortaleza/Ce | CEP 60010250

www.igenio.com.br