Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Saiu na Imprensa

  04/04/2017   

Desigualdade é desafio à reeleição de mulheres

Única cearense reeleita para cargo no Congresso defende reserva de vagas e de recursos para campanhas eleitorais
 
Se, para mulheres, eleger-se a cargos eletivos, ainda hoje, é mais difícil que para homens, conforme evidenciam as pouco numerosas bancadas femininas nos parlamentos brasileiros, a reeleição é desafio ainda maior. No Ceará, até o pleito de 2016, apenas 54 mulheres já foram eleitas vereadoras da Capital, deputadas estaduais, deputadas federais ou senadoras. Destas, 32 conseguiram exercer mais de um mandato. Duas chegaram à Prefeitura de Fortaleza, enquanto outras deixaram a política após quatro anos no poder, por escolha ou por derrota nas urnas. Quem permanece, portanto, sabe que ocupar espaços é esforço sem trégua em busca de equidade de representação.
 
Informações da publicação "Mulheres no Parlamento cearense", produzida pelo Memorial da Assembleia Legislativa do Ceará em 2011, somadas a dados do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) referentes às eleições de 2012, 2014 e 2016, contabilizam que, desde 1975, apenas 29 cearenses foram eleitas deputadas estaduais, das quais 16 tiveram mais de um mandato, seja no Legislativo estadual ou em outro cargo eletivo. Na Câmara Municipal de Fortaleza, onde a primeira vereadora foi eleita em 1950, 28
mulheres já ocuparam cadeiras daquela Casa Legislativa. Destas, 13 exerceram mais de um mandato parlamentar.
 
Até hoje, quatro mulheres do Ceará também chegaram à Câmara dos Deputados e duas, ao Senado Federal, em Brasília. A única a alcançar reeleição para o Congresso Nacional, contudo, foi a deputada federal Gorete Pereira (PR), que ocupa uma das 513 cadeiras da Câmara dos Deputados há três mandatos. Antes, ela já havia sido suplente do cargo e, no Estado, também foi deputada estadual por oito anos e vereadora de Fortaleza por duas legislaturas.
 
:: Leia a matéria completa:
Marcadores: mulheres desigualdade gênero política
Fonte: Diário do Nordeste - Política
Link: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/politica/desigualdade-e-desafio-a-reeleicao-de-mulheres-1.1731474
Última atualização: 04/04/2017 às 15:55:42
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente

Comentários

Seja o primeiro a comentar. Basta clicar no botão acima.

Rua Agapito dos Santos, 300 - Centro
Fortaleza/Ce | CEP 60010250

www.igenio.com.br